Reino Unido adia nova etapa de reabertura para 19 de julho

Aumento da propagação da variante delta, considerada mais infecciosa, é um dos motivos que levaram o governo a atrasar a nova fase de flexibilização, prevista para 21 de junho

  • Por Jovem Pan
  • 14/06/2021 15h49
EFE/EPA/ANDY RAINNova fase de reabertura estava programada para 21 de junho, mas foi adiada para 19 de julho

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, anunciou nesta segunda-feira, 14, que irá adiar a nova etapa de flexibilização das medidas restritivas implantadas para conter a pandemia do coronavírus no país. A nova fase de reabertura estava programada para 21 de junho, mas foi adiada para 19 de julho. “Enfrentamos uma escolha muito difícil. Podemos simplesmente continuar com toda a etapa 4 até 21 de junho ou podemos dar ao nosso NHS mais algumas semanas cruciais para colocar as doses restantes nos braços de quem precisa delas. E como hoje não posso dizer que cumprimos todos os quatro requisitos para prosseguir com a etapa 4, acho sensato esperarmos um pouco mais”, escreveu Boris Johnson em seu Twitter. Após uma queda acentuada no número de casos diários da Covid-19 desde janeiro de 2021, o Reino Unido tem registrado um crescimento na quantidade de pessoas contaminadas pela doença no último mês. Segundo a EFE, com a variante delta do vírus, identificada pela primeira vez na Índia, os casos estão crescendo, em média, 64% por semana e nas áreas mais afetadas estão dobrando no mesmo período, enquanto o total de hospitalizados cresce 50% a cada semana. Por esse motivo, o primeiro-ministro concluiu que não existem condições para avançar para próxima etapa do desconfinamento, a partir da qual seria permitida a reabertura de casas noturnas e a retomada de grandes eventos esportivos e culturais.