Reino Unido pagará 80% do salário dos trabalhadores autônomos

Limite será de 2,5 mil libras, aproximadamente R$ 15,1 mil

  • Por Jovem Pan
  • 26/03/2020 16h28
EFE/EPA/TIAGO PETINGAAjuda para cada beneficiário será calculada em função dos ganhos médios dos últimos três meses e será paga, pelo menos pelos próximos 90 dias

O governo do Reino Unido anunciou nesta quinta-feira (26) que pagará 80% dos rendimentos mensais, até um limite de 2,5 mil libras (R$ 15,1 mil), dos trabalhadores autônomos que forem afetados pela crise provocada pela pandemia do novo coronavírus.

A ajuda para cada beneficiário será calculada em função dos ganhos médios dos últimos três meses e será paga, pelo menos pelos próximos 90 dias. No entanto, o ministro da Economia, Rishi Sunak, admitiu que a medida poderá ser prorrogada posteriormente.

De acordo com o integrante do governo, poderão participar do programa de ajuda os trabalhadores que tiverem renda anual inferior a 50 mil libras (R$ 303 mil), que segundo o titular da pasta, representa 95% dos autônomos do Reino Unido.

O plano é semelhante ao apresentado pelo governo na semana passada, voltado para ocupantes de postos formais de trabalho, com riscos de demissão, que receberão 80% do salário pagos pelo governo, também até 2,5 mil libras, caso a empresa mantenha os funcionários durante a crise.

“Nas últimas duas semanas, deixamos de lado a ideologia e a ortodoxia para mobilizar toda a energia e os recursos do governo britânico”, admitiu Sunak.

* Com EFE