Colômbia: Sobrinho de Pablo Escobar encontra R$ 100 milhões em parede de apartamento

Nicolás contou que também encontrou uma máquina de escrever, telefones por satélite, uma caneta folheada em ouro, uma câmera fotográfica e um filme

  • Por Jovem Pan
  • 24/09/2020 17h33 - Atualizado em 24/09/2020 17h34
ReutersPablo Escobar e seus familiares

Pablo Escobar, um dos maiores narcotraficantes da história, deixou um “herança” para sua família que ninguém poderia imaginar.  Vinte e sete anos após a morte do lendário criminoso, Nicolás Escobar, sobrinho do ex-chefe dos cartéis colombianos, achou uma abertura secreta na parede do apartamento onde mora, que já pertenceu a Pablo, e um saco com 18 milhões de dólares (na cotação atual, aproximadamente R$ 100 milhões). De acordo com a BBC, Nicolás contou que uma “visão” fez ele encontrar o esconderijo do dinheiro.

“Toda vez que eu me sentava na sala de jantar e olhava na direção da garagem, eu via uma aparição entrando lá e depois sumindo. O cheiro dentro do esconderijo era horrível. Cem vezes pior do que um corpo em decomposição”, disse o sobrinho de Pablo Escobar, que vive no apartamento localizado em Medellín, na Colômbia, há cinco anos. Além do dinheiro, Nicolás contou que encontrou uma máquina de escrever, telefones por satélite, uma caneta folheada em ouro, uma câmera fotográfica e um filme cujas fotos ainda não foram reveladas. Em seu relato, Nicolás lembrou que já foi mantido em cativeiro e foi torturado por inimigos do tio, que procuravam esse esconderijo. “Eles me mantiveram em cativeiro por sete horas. Dois dos meus funcionários foram atacados com uma motosserra”, recordou.