Talibã diz que matou 8 integrantes do Estado Islâmico no Afeganistão

Mortes teriam sido maneira de retaliar atentado terrorista feito pelo Isis-K em Jalalabad que deixou nove pessoas mortas e 25 feridas

  • Por Jovem Pan
  • 24/09/2021 10h54
EFE/STRINGEREstado Islâmico é inimigo declarado do Talibã

O Talibã, que comanda o poder do Afeganistão desde o dia 15 de agosto, informou nesta sexta-feira, 24, que os insurgentes mataram oito supostos integrantes do Estado Islâmico (EI), em operações realizadas no leste do país. Os ataques teriam sido arquitetados em resposta a atentados ocorridos nos últimos dias. Em conversa com a Agência EFE, o diretor do escritório de Cultura e Informação da região, Hanif Nangarhari, afirmou que as mortes foram registradas na cidade de Nangarhar. “Os mortos pertencem ao Estado Islâmico e faleceram nas últimas 24 horas, na cidade de Jalalabad e no distrito de Achin”, contou. Os corpos dos mortos teriam sido encaminhados para um hospital da região.

A ofensiva dos talibãs contra os membros do EI ocorre menos de uma semana após uma série de atentados com bombas deixar nove pessoas mortas e 25 feridas em Jalalabad. Entre os feridos estavam pessoas do grupo insurgente que comanda o país. O braço do EI na Ásia Central (Isis-K) também foi o responsável pelo ataque terrorista que deixou cerca de 200 mortos nos muros do aeroporto de Cabul no fim de agosto. Entre as vítimas, estavam 13 soldados dos Estados Unidos que coordenavam a evacuação do país. A região de Nangarhar se mantém desde 2015 como a principal área de operações do EI no território afegão e a expectativa é de que os confrontos na área cresçam entre os inimigos declarados.