Transmissão do coronavírus está sem controle no Brasil, aponta Imperial College London

Levantamento da instituição britânica indica que entre 7.030 e 7.960 pessoas devem morrer de Covid-19 essa semana no país

  • Por Jovem Pan
  • 10/02/2021 13h01 - Atualizado em 10/02/2021 14h26
RENATO S. CERQUEIRA FUTURA PRESS ESTADÃO CONTEÚDOO Brasil tem uma das piores taxas de transmissão entre os 100 países analisados pelo Imperial College London

O último levantamento semanal realizado pelo Imperial College London aponta que a transmissão do novo coronavírus continua sem controle no Brasil. A instituição britânica utiliza a taxa de transmissão (RT, na sigla em inglês) para medir a situação da pandemia em 100 países do mundo. Quando o índice está acima de 1, significa que o Sars-Cov-2 está avançando desenfreadamente. No caso do Brasil, esse número ainda está variando entre 0.91 e 1.05. A média, de 1.02, leva à estimativa que entre 7.030 e 7.960 pessoas devem morrer de Covid-19 essa semana. O gráfico abaixo, produzido pelo Imperial College London, mostra a evolução da pandemia desde março de 2020 no país:

A única nação que se aproxima do Brasil em termos de projeção de óbitos é o México, que com o RT entre 0.85 e 0.95, pode ter de 5.760 a 7.790 mortes causadas pela doença nos próximos dias. O Reino Unido, por sua vez, está com o índice entre 0.74 e 0.89, o que aponta 4.360 a 6.470 óbitos até semana que vem. É importante ressaltar, no entanto, que os Estados Unidos não constam nos estudos, mas também têm registrado números alarmantes, com uma média de 2.800 mortes por infecção do novo coronavírus a cada dia.