Trump exalta seu governo na resposta à Covid-19: ‘Trabalho incrível’

O presidente dos Estados Unidos voltou a responsabilizar a China pelo novo coronavírus

  • Por Jovem Pan
  • 22/09/2020 14h19
EFE/EPA/Chris Kleponis

País mais afetado pela pandemia, os Estados Unidos ultrapassaram nesta terça-feira, 22, a marca de 200 mil mortos por Covid-19 – de acordo com os dados da Universidade Johns Hopkins, são 200.005 óbitos provocados pelo novo coronavírus. Já o número de pessoas contaminadas é de 6.861.211. Ainda assim, o presidente Donald Trump voltou a alegar que o governo norte-americano está fazendo um “trabalho incrível” em resposta à Covid-19. “Queria que a China não tivesse deixado esse vírus se espalhar”, disse o líder estadunidense, em entrevista à emissora Fox 2 Detroit.

Em discurso na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), também nesta terça-feira, Donald Trump também culpou o país asiático pela pandemia. “Precisamos responsabilizar a nação que lançou essa praga sobre o mundo: a China”, disse, ressaltando que o vírus Sars-CoV-2 apareceu pela primeira vez na cidade chinesa de Wuhan. “A OMS, virtualmente controlada pela China, declarou falsamente que o vírus não era transmitido entre humanos”, lembrou o presidente dos EUA. “As Nações Unidas precisam responsabilizar a China pela doença”, reiterou.

Além disso, Trump comentou sobre a perspectiva de indicar um nome para a Suprema Corte, com a morte na sexta-feira de Ruth Bader Ginsburg. Ele voltou a dizer que apontará uma mulher e mostrou otimismo sobre a perspectiva de conseguir confirmar seu nome a tempo, mesmo com a campanha eleitoral em andamento. “Temos apoio do Senado, acho que teremos todos os votos necessários” para confirmar o nome na Casa legislativa, apontou. Trump não quis adiantar pistas sobre a escolha, mas disse acreditar que “todos estarão muito felizes” com ela.