Universidade de Oxford testa ivermectina como possível tratamento para Covid-19

Estudo é apoiado pelo governo britânico e será feito com pacientes sintomáticos

  • Por Jovem Pan
  • 23/06/2021 15h04
DUDU CONTURSI/UAI FOTO/ESTADÃO CONTEÚDOUniversidade vai testar o medicamento para tratar Covid-19

A Universidade de Oxford anunciou nesta quarta-feira, 23, que está testando a ivermectina como possível tratamento para a Covid-19. O estudo, batizado de Principle, é apoiado pelo governo britânico e também investiga outros medicamentos para pacientes em contextos não hospitalares. O teste será feito com pacientes sintomáticos da Covid-19. Alguns vão receber três dias de tratamento com ivermectina oral. Os voluntários serão acompanhados por 28 dias e terão o quadro comparado com o dos que não fizeram uso do medicamento. “Ao incluir a ivermectina em um ensaio clínico de grande escala como o Principle, esperamos gerar evidências robustas para determinar a eficácia como tratamento contra Covid-19 e se há benefícios ou danos associados ao seu uso”, disse o investigador-chefe adjunto do programa, Chris Butler. A Universidade disse que a ivermectina demonstrou reduzir a replicação do vírus em testes de laboratório e que estudos-piloto mostram que o uso precoce do remédio pode reduzir a carga viral e os pacientes com sintomas leves. “Embora a ivermectina seja usada rotineiramente em alguns países para tratar Covid-19, há pouca evidência de ensaios clínicos randomizados em grande escala para demonstrar que ela pode acelerar a recuperação da doença ou reduzir a internação hospitalar”, informou Oxford.