Uruguai volta a ter província em zona vermelha para Covid-19 após quase 4 meses

Região de Lavalleja, no sudoeste do país, estava na zona laranja há vários dias por aumento de casos

  • Por Jovem Pan
  • 30/10/2021 01h00
Reprodução/ Mapio.net uruguai Cidade de Lavalleja estava na zona laranja há alguns dias

Após quase quatro meses, o Uruguai voltou a ter um departamento (província) em zona vermelha no índice de Harvard – que acumula a média semanal de novos casos de Covid-19 por 100 mil habitantes. Lavalleja, no sudeste, é o único dos 19 departamentos do país em zona vermelha, com média de 25,86 casos. O departamento ficou em zona laranja durante vários dias, após uma série de surtos da doença detectados principalmente em crianças. A última vez que um departamento uruguaio esteve em zona vermelha foi no dia 13 de julho. O país permanece na zona amarela do índice de Harvard, com registro de 6,33, enquanto cinco departamentos estão em zona verde, e outros 18 em zona amarela. Nesta sexta-feira, 315 novos casos de Covid-19 foram confirmados, elevando o número total para 393.454 desde o início da pandemia. Deste total, 2.162 pessoas estão com a doença atualmente, 21 delas internadas em unidades de terapia intensiva (UTI).

Em relação a mortes, o Uruguai contabilizou 6.077 desde o início da crise sanitária, nenhuma delas hoje. Desde 1º de setembro, o Uruguai tem fronteiras abertas para estrangeiros com bens no país, assim como para uruguaios e residentes e casos excepcionais (por razões econômicas, laborais, diplomáticas ou familiares). A partir de 1º de novembro, qualquer estrangeiro que tenha concluído o processo de vacinação (14 dias após a inoculação da última dose necessária) poderá entrar no país. O país receberá muitos estrangeiros, principalmente brasileiros, no fim do mês por causa das finais da Copa Libertadores da América, entre Flamengo e Palmeiras, e Copa Sul-Americana, entre RB Bragantino e Athletico-PR.

*Com informações da EFE