Vacina indiana Covaxin tem 50% de eficácia contra a Covid-19, diz novo estudo

Estudo foca em 2.714 profissionais da saúde sintomáticos em Nova Délhi que se submeteram a testes de PCR

  • Por Jovem Pan
  • 23/11/2021 17h23
Naveen Sharma / SOPA Images/Sipa USA/ReutersCovaxin é desenvolvida por laboratório indiano

A Covaxin, vacina desenvolvida pelo laboratório indiano Bharat Biotech contra a Covid-19, é 50% eficaz contra os casos sintomáticos da doença, diz estudo publicado na revista científica “The Lancet” nesta terça-feira, 23. O trabalho revisou os resultados de um estudo anterior do laboratório indiano, que colocou a eficácia do imunizante em 77,8% após duas doses. Os autores do novo estudo explicam esta diferença com base em vários fatores, incluindo um aumento da incidência da variante delta durante o período dos ensaios (15 de abril a 15 de maio de 2021), quando esta representava cerca de 80% de todos os casos confirmados. O estudo foca em 2.714 profissionais da saúde sintomáticos em Délhi que se submeteram a testes de PCR, uma população que, segundo os autores, poderia estar em maior risco de contrair a doença. Pesquisadores do Instituto de Ciências Médicas da Índia (AIIMS) descobriram que duas doses da BBV152 ofereciam uma proteção de 50% e que a sua eficácia permaneceu estável durante as sete semanas seguintes.

“São necessários mais estudos para compreender como estes resultados se traduzem na eficácia da BBV152 contra a delta e outras variantes preocupantes, especialmente relacionadas com infecções graves, hospitalizações e mortes”, frisou Parul Kodan, do AIIMS. O estudo anterior, desenvolvido pela Bharat Biotech, testou a Covaxin na fase 3 de ensaios realizados na Índia entre novembro de 2020 e maio de 2021, com 24.419 pessoas com idades compreendidas entre 18 e 97 anos. De acordo com os resultados, publicados em 11 de novembro pela “The Lancet”, BBV152 oferece 77,8% de proteção contra a Covid-19 sintomática após duas semanas.