Variante Ômicron é responsável por 89% dos casos globais de Covid-19

Relatório epidemiológico aponta para o crescimento de infecções por uma subvariante, a BA.2, e mostra que a Delta corresponde a 10,7% das infecções

  • Por Jovem Pan
  • 26/01/2022 05h51 - Atualizado em 26/01/2022 05h52
ALOISIO MAURICIO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO Profissional da saúde realiza teste para Covid-19 OMS reiterou que parece haver "menor risco de doença grave e morte" nos infectados com a variante

A variante Ômicron do coronavírus, considera mais transmissível que as cepas anteriores, já é responsável por 89,1% dos casos de Covid-19 no mundo. A informação foi divulgada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta terça-feira, 25. Segundo relatório epidemiológico da entidade, das 372 mil amostras analisadas pela rede global de laboratórios GISAID nos últimos 30 dias, a Ômicron foi detectada em 332 mil (89,1%), enquanto a Delta foi confirmada em apenas 10,7% dos casos. O relatório indica ainda o crescimento da subvariante da Ômicron, denominada BA.2, que preocupa cientistas pela maior dificuldade em ser detectada por testes. Mesmo com avanço da cepa e o aumento acentuado de infeções pelo coronavírus, a OMS reiterou que parece haver “menor risco de doença grave e morte” nos infectados com a variante.

*Com EFE