Versão adaptada da CoronaVac será testada contra variante Ômicron, diz farmacêutica

Informação foi dada pela vice-presidente do Sinovac, Yaling Hu, em simpósio do Instituto Butantan nesta terça-feira, 7

  • Por Jovem Pan
  • 07/12/2021 11h36
ALOISIO MAURICIO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO Frasco da vacina CoronaVac Versões adaptadas da coronavac devem ser testadas contra variante Ômicron

A vice-presidente da Sinovac, Yaling Hu, falou em um simpósio do Instituto Butantan nesta terça-feira, 7, que a farmacêutica chinesa vai começar testes clínicos de uma versão adaptada da CoronaVac contra a variante Ômicron do novo coronavírus. De acordo com ela, os testes serão feitos em amostras da nova cepa coletadas pelo laboratório e os resultados preliminares devem ser vistos em alguns meses. “O desenvolvimento da vacina contra a cepa Ômicron será concluído em três meses, com capacidade de entre 1 e 1,5 bilhão de doses por ano”, estipulou. Neste período, os especialistas devem testar diferentes dosagens e intervalos para identificar qual é a forma mais eficaz de lidar com as mutações. Além das adaptações, Hu apontou a importância de se fazer testes rápidos capazes de identificar a eficácia da atual versão da CoronaVac contra a nova cepa. Análises sobre a efetividade da vacina devem ser divulgadas em duas semanas.