YouTube apaga vídeo de Donald Trump e proíbe novas postagens por 7 dias

Segundo a plataforma de vídeos, o presidente dos Estados Unidos violou as políticas de incitamento à violência; comentários também foram desabilitados

  • Por Jovem Pan
  • 13/01/2021 11h27
EFE/EPA/SASCHA STEINBACHO Youtube teve uma postura semelhante à do Facebook, Instagram e Twitter, que também estão punindo Trump por suas postagens

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, teve o seu canal no Youtube suspenso por pelo menos sete dias. A plataforma de vídeos anunciou nesta terça-feira, 12, que a medida disciplinar foi adotada depois que a conta publicou um conteúdo que incitava a violência, o que é proibido pelas regras da empresa. O vídeo em questão foi retirado do ar e não está mais disponível para visualização do público. Além disso, o Youtube impediu que os vídeos de Trump postados anteriormente recebam qualquer comentário de outros usuários. A empresa também destacou que a punição pode ser prorrogada.

“Após uma análise cuidadosa, removemos o novo conteúdo enviado para o canal de Donald Trump no YouTube e emitimos um aviso ao canal por violar nossas políticas de incitamento à violência. O canal não será capaz de enviar novos vídeos ou fazer transmissões ao vivo por pelo menos 7 dias, potencialmente extensíveis. O YouTube também desativou permanentemente os comentários dos vídeos”, informou a assessoria de imprensa do YouTube, que pertence ao Google.

Desde a invasão do Capitólio no dia 6 de janeiro, outras redes sociais tomaram medidas contra o presidente Donald Trump. O Facebook e o Instagram suspenderam as contas do presidente até a cerimônia posse de Joe Biden, que acontecerá no próximo dia 20. O Twitter, por sua vez, baniu permanentemente o perfil do empresário, que costumava fazer os seus comentários principalmente nessa plataforma.

*Com informações de agências internacionais