Papa pede perdão por abusos sexuais contra crianças cometidos por sacerdotes

  • Por Agencia EFE
  • 11/04/2014 10h44

Cidade do Vaticano, 11 abr (EFE).- O papa Francisco pediu nesta sexta-feira no Vaticano perdão pelos abusos sexuais cometidos contra crianças por “muitos” sacerdotes.

O pontífice disse que a Igreja não dará “um passo atrás no que se refere ao tratamento destes problemas e às sanções que devem ser tomadas”.

“Temos que ser muito fortes. Com as crianças não se brinca”, afirmou o papa.

Francisco interrompeu um discurso para uma delegação do Escritório Internacional Católico para a Infância (BICE) para improvisar e fazer as declarações.

“Me sinto compelido a assumir pessoalmente todo o mal que alguns sacerdotes, bastantes, bastantes em número, não em comparação com a totalidade (fizeram). (Quero) assumir pessoalmente e pedir perdão pelo mal que fizeram pelos abusos sexuais de crianças”, afirmou o papa em declarações feitas em espanhol.

Francisco disse ainda que em uma “sociedade bem constituída os privilégios só devem existir para as crianças e os idosos, porque o futuro de um povo está nas mãos deles”.

“As crianças pois certamente levarão adiante a força da história. Os idosos porque são a fonte da sabedoria de um povo e têm que transmitir essa sabedoria”, explicou. EFE