Após instabilidade em aplicativo, PSDB estende horário de votação das prévias até as 18h

Ao todo, 44,7 mil pessoas devem decidir se Eduardo Leite, João Doria ou Arthur Virgílio Neto representarão tucanos nas urnas em 2022

  • Por Jovem Pan
  • 21/11/2021 13h28 - Atualizado em 21/11/2021 13h29
PSDB/Twitter/ReproduçãoEduardo Leite, Arthur Virgílio e João Doria disputam quem vai ser o nome do partido na corrida pela Presidência da República em 2022

Usando um sistema de votação híbrido para eleger seu próximo candidato à presidência neste domingo, 21, o PSDB, que adotou em 2021 urnas eletrônicas e um aplicativo para escolher seu representante, confirmou que algumas pessoas ainda não conseguiram votar por causa de instabilidade na plataforma e adiou o término do horário da votação digital – antes previsto para 15h – para as 18h. “Neste momento peço àqueles que estão no aplicativo um pouco de paciência. Está sendo trabalhado para fazer todo o zelo por conta do congestionamento que se deu. Nós elevamos, inclusive, para 18h o fim da votação”, afirmou o presidente da legenda, Bruno Araújo, durante a cerimônia. A informação foi confirmada pela Jovem Pan junto à assessoria de imprensa da legenda.

De acordo com uma nota assinada por Marco Vinholi, presidente do partido em São Paulo, e Fernando Alfredo, representante da legenda na capital paulista, cerca de 62% do total de filiados do Estado não conseguiram acessar a plataforma para votar até 12h30 deste domingo. “O Diretório Estadual do PSDB de São Paulo já requereu providências e aguarda que o sistema de votação seja retomado o mais brevemente possível, evitando assim um prejuízo enorme para o filiado exercer o seu direito ao voto”. Ao todo, 44,7 mil pessoas estão aptas a votar neste domingo. Todas as urnas usadas na votação, que foram cedidas pela Justiça Eleitoral, passarão por auditoria para a contagem de votos. Além dos governadores de São Paulo, João Doria, e do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, o ex-prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, está na disputa para representar os tucanos em 2022. Apesar de Doria ser o favorito, o fato de que grandes nomes sinalizaram apoio a Leite pode tornar a eleição acirrada.