Arthur Lira diz que proposta do voto impresso pode ser levada para votação em plenário

Presidente da Câmara afirmou que o projeto ainda pode ser votado caso a comissão especial ultrapasse 40 sessões ou mesmo se o relatório for rejeitado: ‘Comissões especiais não são terminativas’

  • Por Jovem Pan
  • 05/08/2021 15h04 - Atualizado em 05/08/2021 16h33
Pablo Valadares/Câmara dos Deputados Arthur Lira disse que a proposta não deve ser aprovada na comissão

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), afirmou que a proposta do voto impresso pode ir a votação em plenário caso a comissão especial ultrapasse 40 sessões sem votar o relatório ou mesmo se ele for rejeitado. Segundo o parlamentar, o regimento interno permite essa iniciativa. “As comissões especiais não são terminativas, são opinativas, então sugerem o texto, mas qualquer recurso ao plenário pode ser feito”, disse. A previsão é que a proposta seja votada pela comissão na tarde desta quinta-feira, 5. No último dia 31, Lira admitiu que dificilmente a proposta será aprovada pela comissão especial. “Regimentalmente o resultado da comissão impactará se esse assunto vem para plenário ou não. Na minha visão, tudo indica que não”, afirmou o presidente da Câmara em live do Conjur.

*Com informações da Agência Câmara de Notícias