Bolsonaro diz que ‘R$ 2 bilhões já estão garantidos’ para voto impresso

Presidente também comentou a pesquisa de intenção de voto que indica uma eventual derrota nas eleições de 2022; ‘Tem gente no STF fazendo militância contra, tiraram o Lula da cadeia’

  • Por Jovem Pan
  • 25/06/2021 16h38 - Atualizado em 25/06/2021 16h40
WALLACE MARTINS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO - 26/05/2021Bolsonaro participou nesta sexta-feira, 25, de um evento na cidade de Sorocaba, localizada no interior de São Paulo

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta sexta-feira, 25, que estão garantidos os recursos para uma eventual implementação do voto auditável no Brasil. Se o Congresso Nacional aprovar a medida, segundo Bolsonaro, devem ser destinados ao projeto R$ 2 bilhões. “Se o Congresso promulgar, teremos voto impresso em 2022. Os R$ 2 bilhões, já falei com o Paulo Guedes, estão garantidos”, disse o presidente enquanto participava da inauguração de um Centro de Excelência em Tecnologia no município de Sorocaba, localizado no interior de São Paulo.

No local, Bolsonaro também comentou a pesquisa de intenção de voto que indica que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teria 49% das intenções de voto, frente aos seus 23%. O levantamento foi realizado entre os dias 17 e 21 e junho, pela empresa Inteligência em Pesquisa e Consultoria (Ipec). “Não acredito em pesquisa eleitoral, o DataFolha disse que eu não iria para o segundo turno e, se fosse, não ganhava de ninguém. Olha o que aconteceu. Por isso, queremos voto impresso. Tem gente no STF fazendo militância contra, tiraram o Lula da cadeia”, afirmou. Ele ainda  foi questionado por jornalistas sobre o suposto atraso na aquisição de vacinas contra a Covid-19 e sobre as acusações que apontam fraudes nas negociações da Covaxin. Em resposta aos questionamentos, o presidente disse: “Parem de fazer perguntas idiotas, pelo amor de Deus”.