Comissão de Cultura da Câmara entra com queixa-crime contra Mario Frias por incêndio na Cinemateca

Presidente da comissão, deputada Alice Portugal diz que também pediu ao MPF uma auditoria na Secretaria Especial da Cultura

  • Por Jovem Pan
  • 03/08/2021 20h56
ASCOM/MCTI Mario Frias, secretario especial da Cultura

A Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados entrou com uma queixa-crime nesta terça-feira, 3, contra o secretário especial da Cultura, Mario Frias, após o incêndio que atingiu um galpão da Cinemateca no último dia 29, em São Paulo. A presidente da Comissão, deputada Alice Portugal (PCdoB-BA) disse que também pediu ao Ministério Público Federal uma auditoria na Secretaria Especial. “Nós temos os vídeos de menos de 15 dias antes do recesso, técnicos e amigos da Cinemateca dizendo que havia um risco iminente de um incêndio. Isso tudo foi avisado à Secretaria Especial de Cultura, tudo foi noticiado por e-mail, por documentos, à Secretaria”, afirmou a parlamentar. “Nenhuma decisão foi tomada e o incêndio aconteceu, para o prejuízo de um patrimônio relevante, absolutamente indispensável para a preservação da memória do cinema nacional”, completou.

*Com informações da Agência Câmara