CPI da Covid-19 vai ouvir familiares de vítimas da pandemia em audiência

Cúpula da comissão ainda decide qual testemunha será convocada na segunda-feira, 18; coordenador de estudo que atesta ineficácia do ‘kit-Covid’ deve ser substituído por outro membro da Conitec

  • Por Jovem Pan
  • 15/10/2021 11h06 - Atualizado em 15/10/2021 11h07
Foto: Marcelo Camargo/Agência BrasilConvocações foram aprovadas em sessão remota na manhã desta sexta-feira, 15

Os senadores da CPI da Covid-19 aprovaram, em sessão remota na manhã desta sexta-feira, 15, o requerimento de Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente do colegiado, para a realização de uma audiência pública destinada ao depoimento de familiares das mais de 600 mil vítimas da pandemia de coronavírus. A cerimônia vai ocorrer na tarde da segunda-feira, 18, véspera da leitura do relatório do senador Renan Calheiros (MDB-AL). Os convidados representam as cinco regiões do país. São eles: Mayra Pires Lima, enfermeira de Manaus, que perdeu a irmã por conta da crise da falta de oxigênio de Manaus; Geovana Dulce, de 19 anos, órfã de mãe e que terá a guarda da irmã de 10 anos; Kátia Shirlene Castilho dos Santos, órfã de pai e mãe; Rosane Brandão, cujo marido, professor da Universidade Federal de Pelotas, morreu por complicações da doença; e Jarquivaldo Bites Leite, infectado pela doença e em tratamento com graves sequelas.

“O testemunho dessas pessoas é de extrema importância, uma vez que nos aproxima da dor do outro e dá voz a milhares de outras famílias que foram dilaceradas por essa pandemia”, diz um trecho do pedido. A cúpula da comissão ainda define o nome da última testemunha a ser ouvida. O médico pneumologista Carlos Carvalho, coordenador do grupo responsável por um estudo que atesta a ineficácia de medicamentos do chamado “kit-Covid” foi convocado, mas os parlamentares avaliam receber outro membro da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias do Sistema Único de Saúde (Conitec). Em razão disso, foram aprovadas as convocações de Carlos Eduardo Menezes de Rezende, representante da Agência Nacional de Saúde (ANS), Nelson Mussolini, do Conselho Nacional de Saúde (CNS), Helton da Silva Chaves, do Conselho Nacional dos Secretários Municipais de Saúde (Conasems), e Luiz Claudio Lemos Correa, do Conselho Nacional dos Secretários Estaduais de Saúde (Conass).