DEM elege três prefeitos nas capitais no 1º turno e é o partido que mais cresce em relação a 2016

Sigla foi vitoriosa em Salvador, Florianópolis e Curitiba; legenda passou de 2.898 vereadores eleitos há 4 anos para 4.311 em 2020

  • Por Jovem Pan
  • 16/11/2020 16h24 - Atualizado em 16/11/2020 17h42
Eduardo Valente/Ishoot/Jeferson Peixoto/Futura Press/Franklin de Freitas/Estadão ConteúdoDEM elegeu Gean Loureiro, em Florianópolis; Rafael Greca, em Curitiba; e Bruno Reis, em Salvador

O resultado das eleições municipais divulgados na noite deste domingo, 15, mostrou um crescimento do partido Democratas em relação ao pleito de 2016. O DEM elegeu prefeitos em três capitais: Bruno Reis, em Salvador (BA); Gean Loureiro, em Florianópolis (SC); e Rafael Greca, em Curitiba (PR). Bruno Reis se destaca por ter sido o candidato apoiado pelo atual prefeito de Salvador, ACM Neto, que também é o presidente do DEM. Em 2016, ACM foi o único prefeito eleito em uma capital pela legenda. O partido também está no segundo turno na cidade do Rio de Janeiro com Eduardo Paes, o favorito para vencer a disputa contra Marcelo Crivella (Republicanos). Com isso, o DEM conquistou três das sete capitais decididas em primeiro turno. Os outros quatro candidatos foram dois do PSDB, Cinthia Ribeiro, no Tocantins, e Álvaro Dias, em Natal; e dois do PSD, Alexandre Kalil, em Belo Horizonte, e Marquinhos Trad, em Campo Grande.

Em 2016, o Democratas tinha o comando de 268 cidades do Brasil. Apenas com os resultados do primeiro turno, o partido já conquistou 459 municípios, um aumento de 191 prefeitos. O partido fica atrás do MDB, PP, PSD e PSDB no número total de prefeitos, mas foi o que mais evoluiu na quantidade de cidades comandadas em relação a 2016. A legenda passou de 2.898, em 2016, para 4.311 vereadores, em 2020. Macapá, que teve as eleições adiadas por conta do apagão que atingiu o estado do Amapá, também tem um candidato do Democratas na liderança. Segundo pesquisa Ibope divulgada em 11 de novembro, Josiel (DEM) tem 26% de intenções de votos válidos. Em seguida, Patrícia Ferraz (Podemos) tem 18%, Dr. Furlan (Cidadania), 7%, e Capi (PSB), 13%. Josiel é irmão do presidente do Senado, Davi Alcolumbre, que também é do DEM. A legenda possui, ainda, em suas mãos a presidência da Câmara, com Rodrigo Maia. As eleições nas duas Casas ocorrem em fevereiro de 2021. O partido também tem três governadores: Mauro Carlesse, no Tocantins; Mauro Mendes, no Mato Grosso; e Ronaldo Caiado, no Goiás.