Pesquisas mostram Marília Arraes e João Campos numericamente empatados no Recife

Segundo levantamento, os primos, que estão na disputa pela prefeitura da capital pernambucana, têm 50% das intenções dos votos válidos cada um

  • Por Jovem Pan
  • 28/11/2020 21h05 - Atualizado em 29/11/2020 01h58
Câmara dos Deputados/Reprodução/Montagem 27.11.2020Marília Arraes, do PT, e João Campos, do PSB, são primos e disputam o segundo turno no Recife

A pesquisa Ibope para a prefeitura do Recife (PE) divulgada neste sábado, 28, traz empate numérico entre os dois candidatos à prefeitura, João Campos (PSB) e Marília Arraes (PT), com 50% das intenções de votos válidos para cada um. A margem de erro é de três pontos porcentuais para mais ou para menos. Em relação ao levantamento anterior, Campos recuou um ponto porcentual, e Marília subiu também um, ainda considerando votos válidos.

Entre os votos totais na pesquisa divulgada na noites deste sábado, os dois candidatos, primos, também empatam, desta vez com 42%. Votos em branco e nulos somam 14%. Outros 2% não souberam responder. Encomendada pela TV Globo e pelo “Jornal do Commercio”, o levantamento ouviu 1.204 eleitores entre 27 e 28 de novembro e está registrada na Justiça Eleitoral sob o protocolo PE-02002/2020. O nível de confiança é de 95%.

Datafolha também aponta empate

A um dia da eleição, os primos João Campos (PSB) e Marília Arraes (PT) estão numericamente empatados na corrida pela Prefeitura do Recife, mostra a pesquisa Datafolha, divulgada na tarde deste sábado, 28. Os deputados federais têm 50% dos votos válidos, que excluem brancos, nulos e indecisos. Na pesquisa anterior, divulgada na quinta-feira, 26, havia empate técnico, mas com a candidata do PT numericamente à frente, com 52% dos votos válidos, ante 48% do postulante do PSB. O critério é o mesmo utilizado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na apuração oficial. O instituto ouviu presencialmente 1.803 eleitores entre os dias 27 e 28 de novembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Considerando os votos totais, há outro empate numérico: ambos possuem 42% das intenções de voto, com 12% de brancos e nulos e 4% que não souberam responder. João Campos é filho do ex-governador Eduardo Campos, que faleceu em 2014, e bisneto do ex-governador Miguel Arraes. A petista é neta de Arraes e prima de João. Nas eleições de 2018, os primos foram os dois deputados federais mais votados no estado de Pernambuco. De acordo com o Datafolha, 6% dos eleitores de Marília ainda podem mudar de voto, e outros 9% não decidiram totalmente o voto em João Campos. No primeiro turno, o candidato do PSB obteve 29,17% dos votos válidos, contra 27,95% da petista. Na terceira colocação ficou o ex-ministro da Educação Mendonça Filho (DEM).

*Com informações do Estadão Conteúdo