Fachin afirma à Defesa que tem ‘elevada’ consideração pelas Forças Armadas

Ministro Paulo Sérgio Nogueira declarou, em ofício enviado à Corte na última sexta-feira, que as Forças não se sentem ‘prestigiadas’

  • Por Jovem Pan
  • 13/06/2022 15h02 - Atualizado em 13/06/2022 16h02
Mateus Bonomi/Estadão Conteúdo Homem de terno, gravata, toga e cabelos calvos e grisalhos Presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Edson Fachin assinou acordo para que duas instituições internacionais possam atuar nas eleições como observadores

O ministro Luiz Edson Fachin, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), alegou nesta segunda-feira, 13, através de um ofício que tem “elevada consideração” pelas Forças Armadas e ressaltou que é preciso diálogo para fortalecer a democracia. “Renovo […] os nossos respeitosos cumprimentos a vossa excelência [ministro da Defesa], igualmente expressando nossa elevada consideração às Forças Armadas e a todas as instituições do estado democrático de direito no Brasil”, disse o magistrado. Na última sexta-feira, 10, o ministro da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira, alegou que as Forças não se sentiam “devidamente prestigiadas”. Fachin também agradeceu às contribuições realizadas pela pasta da Defesa “para revitalizar algumas informações sobre os atos de fiscalização e auditoria do sistema eletrônico de votação, reforçando, assim, o necessário diálogo interinstitucional em prol do fortalecimento da democracia brasileira”.