Fiesp diz que mudou a data de manifesto para conseguir novas adesões

Federação afirmou que recebeu mais de 200 adesões de diversas entidades brasileiras em 24 horas; documento visa promover o diálogo entre os Três Poderes

  • Por Jovem Pan
  • 30/08/2021 18h57 - Atualizado em 30/08/2021 19h29
Nilton Fukuda/Estadão ConteúdoManifesto visa melhorar relação entre os Três Poderes

A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) emitiu uma nota dizendo que ampliou o prazo de adesão para o manifesto que defende a harmonia entre os três poderes da República. Em comunicado no fim da tarde desta segunda-feira, 30, a Fiesp afirmou que recebeu mais de 200 adesões de diversas entidades brasileiras em 24 horas. Na mesma nota, a Fiesp disse que outras entidades também demonstraram interesse em participar do manifesto, o que fez com que a Federação determinasse uma ampliação para o prazo de adesões, que poderão ser feitas ao longo desta semana. O documento defende o diálogo e a harmonia entre o Executivo, o Legislativo e o Judiciário, visando dar fim à crise entre os Poderes que vem se agravando nas últimas semanas, especialmente entre o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e os ministros Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso, do STF.