Flávio Dino diz que inelegibilidade de Bolsonaro é ‘resultado esperado’

Ex-ministro falou em ‘fatos graves’ investigados pelo Tribunal Superior Eleitoral e exaltou que provas contra o ex-presidente estão ‘se alargando a cada dia’

  • Por Jovem Pan
  • 26/06/2023 12h40 - Atualizado em 26/06/2023 14h33
SAULO ANGELO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO Flávio Dino Para o ministro, são "graves" os fatos investigados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que envolvem o ex-mandatário

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino (PSB-MA), disse nesta segunda-feira, 26, considerar a eventual inelegibilidade do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) um “resultado esperado”. Em conversa com jornalistas após o 11º Fórum Jurídico de Lisboa, o ministro do governo Lula 3 afirmou que o resultado é importante. “É um resultado razoável, é um resultado esperado e um resultado importante de que essa inelegibilidade aconteça. Inclusive, para que tenhamos o saneamento de processos eleitorais futuros. Tanto no que se refere a ele próprio, como a eventuais liderados que queiram se posicionar contrários a democracia”, declarou. Para o ministro, são “graves” os fatos investigados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que envolvem o ex-mandatário. “Não cabe a mim, como autoridade do poder Executivo, antecipar veredito do Judiciário. Mas como profissional de Direito há mais de três décadas, me parece, com as provas se alargando a cada dia”, completou. Como o site da Jovem Pan mostrou, o tribunal eleitoral iniciou na última quinta-feira, 22, o julgamento de Jair Bolsonaro. O ex-presidente é alvo de processo eleitoral pela reunião com com embaixadores, realizada em julho de 2022, sendo acusado de indevido dos meios de comunicação e abuso do poder político.

 

Comentários

Conteúdo para assinantes. Assine JP Premium.