Investigações contra Ricardo Salles são enviadas à Justiça do Pará

Decisão foi tomada pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, e atendeu pedido da Polícia Federal

  • Por Jovem Pan
  • 20/07/2021 19h09 - Atualizado em 20/07/2021 20h31
EDU ANDRADE/FATOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDOSalles deixou o comando do Ministério do Meio Ambiente no dia 23 de junho deste ano

As investigações sobre a Operação Akuanduba, que tem como um dos alvos o ex-ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles, foram enviadas para a Justiça Federal do Pará. A transferência aconteceu por decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), que atendeu a um pedido da Polícia Federal (PF) nesta terça-feira, 20. Na decisão, Moraes argumenta que os crimes aconteceram na cidade de Altamira, no Pará, o que, em sua visão, garante competência para a investigação acontecer lá. “Os elementos de prova produzidos indicam, neste momento processual, que os crimes teria ocorrido, primordialmente, no município de Altamira/PA”, afirmou o ministro. A PF investiga um suposto esquema que envolveria agentes públicos e empresários para legalizar madeiras de origem ilegal. Salles deixou o comando do Ministério do Meio Ambiente no dia 23 de junho deste ano, sendo substituído por Joaquim Alvaro Pereira Leite.