Líder da oposição compara Daniel Silveira a ‘terrorista’ e diz que pedirá cassação dele

André Figueiredo (PDT-CE) afirmou que oposição vai representar contra o deputado no Conselho de Ética da Câmara e disse que parlamentar age em apoio a Bolsonaro

  • Por Jovem Pan
  • 17/02/2021 14h46 - Atualizado em 17/02/2021 15h34
Antônio Cruz/Agência BrasilDeputado André Figueiredo é líder da oposição na Câmara

O líder da bancada da oposição da Câmara dos Deputados, André Figueiredo (PDT-CE), comentou nesta quarta-feira, 17, a prisão do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) e considerou que o parlamentar preso em flagrante por ordem do ministro Alexandre de Moraes cometeu “crimes incontestáveis” contra a Lei de Segurança Nacional. “Sobre a questão do flagrante, que justificaria sua prisão, vamos discutir o tema na Câmara, mas independente disso, a oposição irá representar contra ele no Conselho de Ética, e se for o caso, direto no Plenário, requerendo a cassação de seu mandato”, afirmou o parlamentar em publicação nas redes sociais.

Figueiredo opinou, ainda, que Silveira estava “qual um reles terrorista, procurando os holofotes da mídia” e que teria conseguido chamar a atenção de todo o país após o vídeo com ameaças a membros do Supremo Tribunal Federal (STF) que culminou na sua prisão. “Não podemos ver o terrorismo triunfar, sob o risco de afundarmos o país na mais completa desordem institucional”, disse. O parlamentar também ligou a figura do deputado ao nome de Jair Bolsonaro ao afirmar que Daniel Silveira estava agindo “confessadamente em apoio ao presidente” e dizer que o STF é o maior obstáculo entre o chefe do país e uma agitação golpista.