Manifestação contra Bolsonaro fecha a Avenida Paulista neste sábado

Concentração começou por volta das 15h no vão do MASP; ato ocupou diversos pontos da avenida

  • Por Jovem Pan
  • 24/07/2021 18h58 - Atualizado em 24/07/2021 19h33
Bruno Rocha/Estadão ConteúdoAto ocupou diversos pontos da avenida

Diversas cidades pelo país registraram protestos contra o presidente Jair Bolsonaro neste sábado, 24. Em São Paulo, o ato ocupou vários pontos da Avenida Paulista, que precisou ter o trânsito interrompido. A concentração começou por volta das 15h no vão do MASP. Esse é o quinto protesto contra o governo organizado neste ano. Manifestantes pediram o impeachment de Bolsonaro, defenderam a vacinação contra a Covid-19 e o auxílio emergencial de R$ 600. Por volta das 18h, com a dispersão do ato, o trânsito foi liberado. Segundo a Polícia Militar, manifestantes quebraram vidros de uma agência do banco Itaú perto da rua da Consolação e depredaram um ponto de ônibus. A tropa de choque atua na região e atirou bombas de gás lacrimogêneo contra os participantes. Seis pessoas foram detidas por portarem “materiais proibidos” na manifestação, entre eles um soco-inglês. A PM não especificou quais eram os outros objetos. Além de São Paulo, outras capitais registraram protestos contra o governo neste sábado, como Rio de Janeiro, Recife, Maceió, Salvador, João Pessoa, Palmas, Belém, Teresina, Cuiabá, Campo Grande, Goiânia, Boa Vista, Curitiba e São Luís, além de outras cidades no interior de diversos Estados.