Manifestação contra o governo Bolsonaro fecha a Avenida Paulista em São Paulo

Para garantir a segurança dos cidadãos, foram mobilizados policiais do batalhão territorial e de unidades especializadas com cerca de 120 viaturas, duas aeronaves e seis drones

  • Por Jovem Pan
  • 19/06/2021 17h33 - Atualizado em 19/06/2021 21h57
Imagem: Reprodução/Twitter @ErikakHiltonA passeata segue para a Rua da Consolação e termina na Praça Roosevelt

Manifestações contrárias ao governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) marcaram a tarde deste sábado, 19, em todo o Brasil. Com início previsto às 16 horas, a capital paulista registrou o maior protesto do país. O trajeto dos manifestantes iniciou na Avenida Paulista, na altura do Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (Masp). Então, a manifestação seguiu para a Rua da Consolação e terminou na Praça Roosevelt às 21 horas. Durante o evento, a avenida se encontrou bloqueada nos dois sentidos.

A maioria dos protestantes usou máscara e tentou seguir o distanciamento social para evitar a transmissão da Covid-19, também houve pontos de distribuição de máscaras. Apesar dos esforços, foi registrada aglomeração. Concentrados na Praça do Ciclista, na Consolação, ciclistas protestaram partindo em pedalada pela cidade antes de se juntar aos manifestantes na Paulista. Entre as reivindicações do grupo estão o impeachment de Bolsonaro, mais vacinas e auxílio emergencial no valor de R$ 600. A manifestação, que ocupou nove quarteirões da Avenida Paulista, aconteceu no dia em que o país ultrapassou 500 mil mortos pela Covid-19.

A Polícia Militar (PM) informou que não divulgará a estimativa de público, mas organizadores divulgaram que 100 mil pessoas participaram do ato. A Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo afirmou que, para garantir a segurança dos manifestantes, foram mobilizados 400 policiais do batalhão territorial e de unidades especializadas, com cerca de 120 viaturas, duas aeronaves e seis drones para o ato. A maior parte da manifestação foi pacífica, mas uma agência bancária teve os vidros quebrados.

Confira imagens: