Apoiadores de Bolsonaro se reúnem a favor do voto impresso; confira

Presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, e o Supremo Tribunal Federal são os principais alvos dos manifestantes; ex-ministro das Relações Internacionais Ernesto Araújo está presente

  • Por Jovem Pan
  • 01/08/2021 11h20 - Atualizado em 01/08/2021 16h52
RONALDO SILVA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO Eduardo Bolsonaro em manifestação na avenida Paulista Eduardo Bolsonaro em manifestação na Avenida Paulista

Os apoiadores do governo de Jair Bolsonaro (sem partido) se reuniram neste domingo, 1º, em várias capitais brasileiras para protestar a favor do voto impresso auditável nas eleições de 2022. O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, e o Supremo Tribunal Federal (STF) foram os principais alvos dos manifestantes. Em Brasília, o ato estava marcado para começar às 10h, mas os organizadores esperaram a chegada de mais pessoas para iniciar a passeata, que começou por volta das 11h. Os manifestantes saíram da Biblioteca Nacional e caminharam até o Congresso Nacional. O ex-ministro das Relações Internacionais Ernesto Araújo e a deputada Bia Kicis, autora da PEC do voto impresso, estiveram presentes na passeata.

O ato aconteceu simultaneamente em outros lugares do Brasil, como Belém, Belo Horizonte, São Paulo, Uberlândia e Rio de Janeiro. No Rio, centenas de manifestantes ficaram reunidos na área de lazer da Avenida Atlântica. Às 13h30, o ato começou a se dissipar. Já em São Paulo, o protesto começou por volta das 14h na Avenida Paulista, que está fechada para lazer, na altura do prédio da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). O filho de Bolsonaro, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, e a também deputada Carla Zambelli (PSL) compareceram à manifestação e tiraram fotos com apoiadores. São Luís do Maranhão e Goiânia também registraram atos.