Marcelo Ramos critica Bolsonaro por aumento do fundão: ‘Golpe nos seus eleitores’

Após dizer que vetaria a alta, presidente declarou que vai aprovar o valor de R$ 4 bilhões; para vice da Câmara, ‘a máscara começa a cair’

  • Por Jovem Pan
  • 26/07/2021 14h27 - Atualizado em 26/07/2021 19h03
Marcelo Camargo/Agência BrasilVice-presidente da Câmara criticou Bolsonaro

O vice-presidente da Câmara dos Deputados, Marcelo Ramos (PL-AM), criticou a mudança de discurso do presidente Jair Bolsonaro sobre o fundo eleitoral nesta segunda-feira, 26, e disse que o mandatário dará um “golpe nos seus eleitores” caso aprove a medida. “A verdade sempre aparece! Bolsonaro quer mais que dobrar o valor do fundo eleitoral, que hoje é de 1,7 bi, e ele quer passar pra 4 bi. A máscara de quem sempre quis aumentar o fundo eleitoral começa a cair!”, escreveu o deputado em sua conta do Twitter. “A manobra e o acordão que denunciei na semana passada agora não são mais especulações, são palavras do presidente! Cumpra sua palavra e veta tudo, Bolsonaro! 4 bi de fundo eleitoral é golpe nos seus eleitores que acreditaram que você vetaria!”, completou.

Bolsonaro disse mais de uma vez que vetaria o aumento do fundo eleitoral de R$ 1,7 bilhões para R$ 5,7 bilhões, aprovado pela Câmara dos Deputados para as eleições de 2022. Marcelo Ramos, no entanto, já havia afirmado que, nos bastidores, o presidente estava articulando com aliados para aprovar o valor de R$ 4 bilhões. Nesta segunda-feira, o mandatário disse a apoiadores que irá vetar somente R$ 2 bilhões e aprovar o fundo com aproximadamente o dobro do valor das eleições municipais do ano passado. “Vou deixar claro uma coisa. Vai ser vetado o excesso do que a lei garante. A lei […] quase R$ 4 bilhões para o fundo. O extra de R$ 2 bilhões vai ser vetado. Se eu vetar o que está na lei, estou incurso de crime de responsabilidade”, declarou.