Marcos Pontes critica corte de R$ 600 milhões da Ciência e Tecnologia: ‘Falta de consideração’

Para o ministro, o pedido de Paulo Guedes para remanejar o valor que seria destinado a pesquisas foi um equívoco e ‘precisa ser corrigido urgentemente’

  • Por Jovem Pan
  • 10/10/2021 17h15
Reprodução/Twitter/Astro_Pontes/10.10.2021Marcos Pontes opinou sobre o remanejamento de R$ 600 milhões que seriam da Ciência e Tecnologia

Marcos Pontes, ministro da Ciência e Tecnologia, declarou neste domingo, 10, que foi equivocado o remanejamento de R$ 600 milhões, que seriam destinados a pesquisas, para outros ministérios. “Falta de consideração. Os cortes de recursos sobre o pequeno orçamento de Ciência do Brasil são equivocados e ilógicos. Ainda mais quando são feitos sem ouvir a Comunidade. Científica e Setor Produtivo. Isso precisa ser corrigido urgentemente”, escreveu Marcos no Twitter. O valor representa 90% do que seria destinado a pasta de Ciência e Tecnologia e, agora, ele será distribuído para outros ministérios, atendendo ao pedido do ministro da economia Paulo Guedes. Desse total, 50 milhões vai para o Ministério da Educação, 120 milhões para o Ministério da Agricultura, 50 milhões para o Ministério da Saúde, 252 milhões para o Ministério do Desenvolvimento Regional, 100 milhões para o Ministério das Comunicações e 28 milhões para o Ministério da Cidadania. A decisão do remanejamento também gerou protestos de entidades ligadas à área da ciência.