Ministra do Turismo vai a Portugal, e troca na pasta deverá ocorrer na próxima semana

Viagens de Lula e Daniela Carneiro em semanas alternadas forçou Planalto a esperar pela troca na pasta

  • Por Eduardo Morgado
  • 29/06/2023 07h00 - Atualizado em 29/06/2023 07h14
Roberto Castro/Mtur Daniela Carneiro Daniela Carneiro durante videoconferência de ministros do Turismo dos países integrantes do Mercosul

A ida da ministra do Turismo, Daniela Carneiro (União Brasil), a Portugal para participar de um fórum jurídico, cujo foco principal será o setor turístico, deve adiar os planos do Planalto de substituí-la no comando da pasta ministerial. O site da Jovem Pan confirmou a informação de que Daniela não está no Brasil e seu retorno está previsto para ocorrer até o início do próximo mês. Com isso, a política ganhou mais alguns dias à frente do ministério. A troca no comando do Turismo já está decidida entre os caciques do União Brasil na Câmara dos Deputados, que alegam falta de representatividade na Esplanada, já que Daniela não tem o apoio da bancada, e o Palácio do Planalto. No entanto, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) embarcou no dia 19 de junho para sua terceira viagem à Europa desde o início do mandato e a troca no Turismo foi adiada. Na última segunda-feira, 26, Lula retornou ao país, mas foi a vez de a ministra partir para o Velho Continente.

Com seu retorno, quem deverá assumir sua vaga à frente do ministério é o deputado federal Celso Sabino (União Brasil-BA). Como a Jovem Pan noticiou anteriormente, o presidente do União Brasil, deputado federal Luciano Bivar (União Brasil-PE), já citou Sabino como possível sucessor de Daniela. “Damos apoio a Celso Sabino, sim. Agora, quem faz a mudança é o governo, nós não somos o governo”, completou. Prestes a assumir um posto no primeiro escalão do governo petista, Sabino nem sempre foi um aliado dos políticos de esquerda. Durante a gestão da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), em 2016, e em meio ao avanço das investigações da Operação Lava Jato sobre o então ex-presidente Lula, Sabino publicou uma crítica em sua página do Facebook a respeito da estratégia do governo de nomear o líder petista para o Ministério da Casa Civil, obtendo, assim, foro privilegiado.

Comentários

Conteúdo para assinantes. Assine JP Premium.