Moraes autoriza saída temporária de Daniel Silveira da prisão

Deputado deixará a unidade prisional para fazer um exame de ressonância magnética no joelho

  • Por Jovem Pan
  • 15/09/2021 20h39 - Atualizado em 15/09/2021 21h22
Betinho Casas Novas/Futura Press/Estadão Conteúdo - 17/02/2021 Daniel Silveira voltou a prisão em junho

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou nesta quarta-feira, 15, a saída temporária do deputado federal Daniel Silveira da prisão. O parlamentar poderá deixar o cárcere apenas para fazer um exame de ressonância magnética no joelho, com escolta da Polícia Federal, e deve voltar à unidade prisional em seguida. No presídio, Silveira foi examinado pelo capitão da Polícia Militar e médico Marcos Areias Costa, que afirmou que o deputado “apresenta sinais clínicos de lesão do ligamento cruzado anterior e lesão do menisco medial do joelho direito, com restrição dos últimos graus de extensão do joelho, derrame articular leve e dor nos extremos do movimento.” Ele disse ainda que, caso as lesões sejam confirmadas na ressonância, o parlamentar provavelmente terá que passar por um procedimento cirúrgico. Silveira voltou à prisão em junho, após violar o uso da tornozeleira eletrônica mais de 30 vezes. Nesta quarta-feira, Moraes rejeitou um pedido da defesa para extinguir a punibilidade do parlamentar por crime contra a segurança nacional.