Omar Aziz divulga calendário de depoimentos de governadores na CPI da Covid-19

Segundo cronograma, primeiro a ser ouvido será Wilson Lima, do Amazonas; senadores aguardam decisão do STF sobre presença dos gestores estaduais

  • Por Jovem Pan
  • 09/06/2021 09h32 - Atualizado em 09/06/2021 09h36
MATEUS BONOMI/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO - 25/05/2021Calendário completo foi divulgado pelo presidente da comissão nesta terça-feira, 8

O presidente da CPI da Covid-19, Omar Aziz (PSD-AM), divulgou, nesta terça-feira, 8, o calendário dos depoimentos dos governadores convocados a prestar esclarecimentos à comissão. Nesta quinta-feira, 10, o primeiro a depor será o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC). Apesar disso, os senadores esperam uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que pode barrar as oitivas dos gestores estaduais. De acordo com o cronograma, entre a última semana de junho e a primeira semana de julho, devem ser ouvidos sete governadores.

Depois de Wilson Lima, a CPI colhe o depoimento de Hélder Barbalho (MDB), governador do Pará, no dia 29 de junho. Coordenador do Fórum dos Governadores para a temática das vacinas, o governador do Piauí, Wellington Dias (PT), deve comparecer no dia 30 de junho. Ibaneis Rocha (MDB), do Distrito Federal, e Mauro Carlesse (PSL), do Tocantins, serão ouvidos, respectivamente, nos dias 1º e 2 de julho. Também estão agendadas as oitivas do governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL), no dia 6 de julho; de Roraima, Antônio Denarium (PSL), no dia 7 de julho; e do Amapá, Waldez Góes (PDT), no dia 8 de julho.

Veja o calendário completo:

10/6: governador do Amazonas, Wilson Lima
29/6: governador do Pará, Helder Barbalho
30/6: governador do Piauí, Wellington Dias
1º/7: governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha
2/7: governador do Tocantins, Mauro Carlesse
6/7: governador de Santa Catarina, Carlos Moisés
7/7: governador de Roraima, Antônio Denarium
8/7: governador do Amapá, Waldez Góes