Onyx Lorenzoni pede exoneração de Secretaria-Geral para tratar de emendas do Orçamento

Segundo a assessoria, ele reassumirá o comando da pasta no dia 2 de março

  • Por Jovem Pan
  • 26/02/2021 21h31 - Atualizado em 26/02/2021 21h54
Anderson Riedel/PRSaída de Lorenzoni foi publicada no DOU desta sexta, 26

Onyx Lorenzoni pediu exoneração do cargo de ministro da Secretaria-Geral da Presidência. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira, 26. Segundo comunicado emitido pela assessoria de comunicação do órgão, o pedido foi feito para que o deputado possa tratar de emendas do Orçamento Nacional, e ele deve reassumir o comando da pasta no dia 2 de março. Lorenzoni foi o quarto ministro a assumir a Secretaria-Geral da Presidência durante o governo de Jair Bolsonaro. Antes dele, o advogado Gustavo Bebianno, o general Floriano Peixoto e o policial da reserva Jorge Oliveira ocuparam o posto, sendo que o último deixou o cargo para assumir uma cadeira no Tribunal de Contas da União (TCU).