PF abre inquérito para investigar vazamento de depoimentos enviados à CPI da Covid-19

Oitivas fazem parte das investigações de supostas irregularidades na compra da vacina Covaxin e da suspeita de prevaricação do presidente Jair Bolsonaro

  • Por Jovem Pan
  • 04/08/2021 17h01
MATEUS BONOMI/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDODepoimentos enviados à CPI eram sigilosos

A Polícia Federal informou nesta quarta-feira, 4, que abriu um inquérito para apurar o vazamento de depoimentos enviados pela corporação à CPI da Covid-19. As oitivas fazem parte das investigações de supostas irregularidades na compra da vacina Covaxin e da suspeita de prevaricação do presidente Jair Bolsonaro, ambas em andamento. A PF afirma que enviou a íntegra dos autos dos dois inquéritos à CPI, após requerimento dos senadores. “Foram também encaminhados os vídeos contendo os depoimentos de oito pessoas intimadas, todos sem qualquer edição. Em obediência às disposições processuais penais e com o objetivo de resguardar o andamento das investigações, a Polícia Federal solicitou à comissão parlamentar o necessário sigilo das oitivas”, diz o comunicado. Alguns depoimentos, no entanto, foram obtidos pela imprensa.