PGR pede que STF aguarde fim da CPI da Covid-19 para analisar notícia-crime contra Bolsonaro

Denúncia foi apresentada pelos senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Fabiano Contarato (Rede-ES) e Jorge Kajuru (Podemos-GO) e aponta suposto crime de prevaricação

  • Por Jovem Pan
  • 29/06/2021 21h58 - Atualizado em 29/06/2021 22h13
Valter Campanato/Agência BrasilDenúncia foi feita por três parlamentares por suposto crime de prevaricação cometido pelo mandatário

A Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) e à ministra Rosa Weber que esperem o fim da CPI da Covid-19 no Senado para analisar a notícia-crime apresentada contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A denúncia foi feita por três parlamentares por suposto crime de prevaricação cometido pelo mandatário. O pedido foi enviado nesta terça-feira, 29, à Rosa Weber, que é relatora da notícia-crime, apresentada pelos senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Fabiano Contarato (Rede-ES) e Jorge Kajuru (Podemos-GO). “Se o Poder Legislativo está a investigar com excelência comportamentos aparentemente ilícitos com todas as competências necessárias, qual seria o motivo para que no Supremo Tribunal Federal se abra uma investigação concorrente, tomada por freios e contrapesos institucionais e sem igual agilidade?”, diz Humberto Jacques de Medeiros, vice-procurador-geral da República. O vice-PGR também pediu à Rosa Weber que, se entender o caso de forma diferente, dê uma oportunidade para que “a Procuradoria-Geral da República se pronuncie sobre a conveniência, a oportunidade e as diligências iniciais necessárias em um inquérito sob a jurisdição do Supremo Tribunal Federal sobre a fração das apurações da Comissão Parlamentar de Inquérito trazida ao conhecimento da Corte Constitucional”.