Ricardo Salles acusa ministro Ramos de vazar informações: ‘#Mariafofoca’

Fala do ministro do Meio Ambiente acontece após matéria publicada pelo jornal O Globo afirmando que integrantes do governo ficaram ‘surpreendidos’ com anuncio do Ibama de que a Brigada de Incêndio Florestal seria recolhida

  • Por Jovem Pan
  • 23/10/2020 10h10 - Atualizado em 23/10/2020 13h59
MATEUS BONOMI/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO - 22/10/2020O ministro do meio ambiente, Ricardo Salles, durante Cerimônia de Formatura dos alunos do Instituto Rio Branco

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, utilizou suas redes sociais na noite de quinta-feira, 22, para acusar o ministro-chefe da Secretaria de Governo do presidente, Luiz Eduardo Ramos, de vazar informações para a imprensa. A acusação aconteceu depois que o jornal O Globo divulgou a matéria “Salles estica a corda com ala militar do governo e testa blindagem com Bolsonaro”. A nota afirma que integrantes do governo ficaram “surpreendidos” com anuncio do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) de que, por falta de recursos, toda a Brigada de Incêndio Florestal seria recolhida para as bases de origem a partir desta quinta. O texto afirma que a decisão jogaria pressão para a ala militar do governo e para o vice-presidente Hamilton Mourão, que chefia o Conselho Nacional da Amazônia em conjunto com o Ministério da Defesa, comandado pelo general Fernando Azevedo e Silva. Após a publicação, Salles se irritou e utilizou o Twitter para insinuar que os bastidores haviam sido vazados por Ramos.

“Tenho enorme respeito pela instituição militar. Como em qualquer lugar, infelizmente, há sempre uma maçã podre a contaminar os demais. Fonte de fofoca, de intriga, de conspiração e da discórdia. O problema é a banana de pijama”, tuitou o ministro do Meio Ambiente. Salles, no entanto, recuou e apagou a mensagem. Em seguida e em tom mais brando, tuitou novamente e marcou diretamente o ministro Luiz Ramos. “Não estiquei a corda com ninguém. Atuo da maneira que entendo correto. Chega dessa postura de #mariafofoca”, escreveu. Após a publicação, Salles compartilhou uma série de mensagens de apoio. “Força, Ministro. O Brasil está contigo e apoiando seu trabalho”, disse o filho do presidente, Eduardo Bolsonaro. “Ramos está fazendo vazamentos para a Globo para derrubar o Salles, e não é a primeira vez que isso ocorre”, afirmou um seguidor retuitado pelo ministro do MMA. Procurado pela Jovem Pan, Ricardo Salles ainda não se pronunciou.