Solidariedade formaliza apoio à candidatura de Baleia Rossi

Decisão foi divulgada na tarde desta segunda-feira, 18; emedebista é apoiado também por MDB, DEM, PSDB, PT, PSL, PSB, PDT, PCdoB, Rede, Cidadania e PV

  • Por André Siqueira
  • 18/01/2021 15h35 - Atualizado em 18/01/2021 17h59
Michel Jesus/Câmara dos DeputadosNota do Solidariedade foi assinada pelo presidente nacional da sigla, deputado federal Paulinho da Força

O Solidariedade decidiu, nesta segunda-feira, 18, apoiar a candidatura de Baleia Rossi (MDB-SP) à presidência da Câmara dos Deputados. Candidato escolhido por Rodrigo Maia (DEM-RJ) para sucedê-lo, Rossi enfrentará Arthur Lira (PP-AL), apoiado pelo governo do presidente Jair Bolsonaro, no dia 1º de fevereiro. A informação foi confirmada à Jovem Pan pelo deputado federal Zé Silva (Solidariedade-MG), líder do partido na Câmara. Em nota, o deputado federal e presidente nacional do partido, Paulinho da Força (SP), afirma que “o conjunto político-partidário formado em torno da candidatura e os compromissos assumidos” pelo emedebista para alcançar “equilíbrio e independência indispensáveis entre os poderes da República” são as razões que embasaram a decisão. O Solidariedade possui 14 deputados federais.

A Mesa Diretora da Câmara decidiu, também nesta segunda-feira, que a eleição ocorrerá no dia 1º de fevereiro, de forma presencial. Maia defendia a votação remota, em razão do aumento do número de novos casos e de internações por Covid-19, mas foi derrotado pelo grupo de Lira. “Teremos que trazer parlamentares de 27 estados, que vão trazer e levar o vírus para seus estados. A impressão que dá é que nas próximas semanas teremos um aumento rápido dos casos. Foi por isso que queríamos remoto, mas a mesa divergiu”, disse Rodrigo Maia, em coletiva de imprensa na manhã desta segunda.

“O Brasil, neste momento difícil em que vive, exige que haja grande equilíbrio na conjuntura da política nacional. É fundamental buscar convergências favoráveis à formação não só de um vasto e indispensável campo em defesa da democracia, mas a garantia sempre necessária e completa da autonomia nas decisões do Congresso Nacional. Não bastasse isso, o enfrentamento da maior crise sanitária e de um dos mais graves índices de desemprego na história do país devem ser enfrentados com soluções bem negociadas pelos poderes Executivo e Legislativo, sem subordinação de qualquer espécie. Por essas razões, incluindo o necessário enfrentamento pelo poder Legislativo na tão dramática
pandemia, na crise econômica e no gravíssimo desemprego de milhões de trabalhadores brasileiros, que o SOLIDARIEDADE decide apoiar a candidatura do deputado Baleia Rossi à presidência da Câmara Federal para o biênio 2021/2022. O conjunto político-partidário formado em torno da candidatura e os compromissos assumidos por ele para esse equilíbrio e independência indispensáveis entre os poderes da República são as razões que fazem o SOLIDARIEDADE se empenhar também pela adesão de outras forças sociais e políticas no apoio à candidatura de Baleia Rossi à presidência da Câmara Federal”, diz o partido em nota.

A campanha de Baleia Rossi conta com o apoio de MDB, DEM, PSDB, PT, PSL, PSB, PDT, PCdoB, Rede, Cidadania e PV. Líder do Centrão e apoiado pelo governo Bolsonaro, Arthur Lira é apoiado por PP, PL, PSD, Avante, Patriota, Republicanos e espera obter votos no PTB, presidido por Roberto Jefferson, e no PROS. Como a Jovem Pan mostrou, aliados de Lira monitoram dissidências em pelo menos quatro partidos: DEM, PSB, PSL e PSDB. Para vencer a eleição, são necessários 257 votos.