Tabata erra orientação de voto sobre penhora de imóveis, é criticada e vira um dos principais assuntos do Twitter

Deputada votou contra lei que permite a banco penhorar casa onde família devedora reside; ela explicou situação em vídeo nas redes sociais

  • Por Jovem Pan
  • 02/06/2022 18h09 - Atualizado em 02/06/2022 21h02
Luis Macedo/Agência Câmara Tabata Amaral no púlpito da Câmara dos Deputados Tabata Amaral disse ter cometido um "erro de execução", não de valores

A deputada Tabata Amaral (PSB-SP) se tornou um dos assuntos mais comentados no Twitter nesta quinta, 2, devido ao que ela disse ser um erro na votação do PL4188, que permite a bancos e instituições financeiras penhorar o único imóvel de uma família para quitar dívidas. A parlamentar votou contra o projeto, mas cometeu um erro durante a análise de um dos destaques, o que fez algumas pessoas entenderem que ela havia sido a favor da nova lei. Tabata enviou um ofício à Câmara pedindo a correção no voto do destaque e gravou um vídeo nas redes sociais em que explica a situação.

Segundo a deputada, ela foi contra o mérito do PL “por entender ser absurda a possibilidade de penhora de um bem que é também a única residência de uma família”, e o voto errado seria relativo ao destaque do PSOL sobre o artigo 14 da lei – ela disse ter votado pela retirada do artigo em outros destaques parecidos apresentados, e que foi a favor de todos os requerimentos que tentavam obstruir a pauta. “Eu votei contra o PL 4188 e sou contra a penhora da única residência de uma família. Vale explicar que houve um erro na orientação da minha votação em um dos muitos destaques sobre esse tema. Já pedi a correção e seguirei trabalhando para que esse PL não passe no Senado”, disse.