Suspeito de acender rojão que matou cinegrafista é preso na Bahia

  • Por Agencia EFE
  • 12/02/2014 06h42

Rio de Janeiro, 12 fev (EFE).- O suspeito de ter acendido o rojão que matou o cinegrafista da “TV Band” Santiago Ilídio Andrade, durante uma manifestação na semana passada no centro do Rio de Janeiro, foi preso na madrugada desta quarta-feira (12) em uma pousada na cidade de Feira de Santana, na Bahia, segundo informações da emissora “Globo News”.

Caio de Silva Souza, de 23 anos e principal suspeito de ter acendido o rojão, era considerado foragido desde que a Justiça expediu seu mandado de prisão temporária e foi preso por volta das 2h da madrugada locais (3h no horário de Brasília) em uma pousada chamada Gonçalves, perto da rodoviária de Feira de Santana, a cerca de 100 km de Salvador, de acordo com a “Globo News”.