Instagram poderá pedir documento de identidade para evitar perfis falsos

Contas que apresentem incoerência em aspectos como localização e tags e sinais de automação serão submetidas ao processo de autenticação

  • Por Jovem Pan
  • 14/08/2020 18h21 - Atualizado em 14/08/2020 18h21
PixabayUm dos exemplos para que seja pedida a confirmação de autenticidade é se um perfil criado no Brasil possuir muitos seguidores em outro país

O Instagram anunciou nesta quinta-feira, 13, que vai começar a solicitar uma confirmação de identidade para usuários que demonstrarem um padrão de comportamento considerado suspeito. A medida da empresa visa evitar bots na rede social e vai atingir apenas alguns usuários da plataforma. De acordo com o Instagram, a análise será necessária para verificar se a conta realmente pertence a um usuário ativo, ou seja, para fins pessoais ou profissionais, controlados pelo próprio. Contas que apresentem incoerência em aspectos como localização da conta e tags e sinais de automação serão submetidas ao processo de autenticação.

Na análise, dados solicitados para a identificação, como RG, passaporte ou título de eleitor, ficarão retidos pelo Instagram por 30 dias, e depois serão deletados caso a investigação não precise prosseguir. A empresa afirmou que tem todos os padrões de segurança para o armazenamento das informações. Caso uma conta reportada se recuse a colaborar com a análise, o Instagram pode diminuir a visibilidade do usuário ou até desativar a conta na rede.

Um dos exemplos para que seja pedida a confirmação de autenticidade é se um perfil criado no Brasil possuir muitos seguidores em outro país.”Queremos deixar claro que essa mudança se aplicará apenas a um pequeno número de nossa comunidade. A maioria das pessoas não será afetada”, garante a plataforma. Após a verificação, se não houver nada irregular, a rede social deixará a conta funcionando novamente.

* Com informações do Estadão Conteúdo