Vaticano diz que relatório da ONU quer interferir em doutrinas da Igreja

  • Por Agencia EFE
  • 05/02/2014 11h43

Cidade do Vaticano, 5 fev (EFE).- O Vaticano afirmou nesta quarta-feira que estudará minuciosamente as críticas publicadas no relatório das Nações Unidas do Comitê da ONU sobre os Direitos da Criança, mas denunciou que “em alguns pontos” há uma “tentativa de interferir nas doutrinas da Igreja”.

O Comitê da ONU sobre os Direitos da Criança criticou hoje o Vaticano por nunca ter reconhecido “a amplitude dos crimes” de abuso sexual contra crianças por parte de sacerdotes, e acusou o Estado católico de adotar “políticas e práticas que levaram à continuação de abusos e à impunidade dos responsáveis”. EFE