Bolsonaro sugere que Maia exigiu três ministérios

Presidente sugeriu – sem citar nomes – que o presidente da Câmara teria pedido o comando de três pastas

  • Por José Maria Trindade*
  • 02/10/2020 07h00 - Atualizado em 02/10/2020 07h32
Carolina Antunes/PRPresidente quis dizer que nomeou ministros pelos atributos técnicos e não por indicação política

Sem citar nomes, o presidente Jair Bolsonaro sugere que o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia, exigiu três ministérios. Ao fazer elogios ao ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, o presidente revelou que, na transição, “um gordinho chegou e disse que o combinado é que ele indicaria três ministros”. O presidente respondeu ironicamente que aceitaria a indicação, desde que fossem nomes melhores do estavam para nomeação. “Traga o seu indicado aqui que faremos uma sabatina. Eu, ele e o Guedes (ministro da Economia, Paulo Guedes, chamado de PG pelo presidente). Se ele se sair melhor tudo bem”.

O presidente quis dizer que nomeou ministros pelos atributos técnicos e não por indicação política. Durante o processo de transição, os políticos faziam fila no CCBB, mas eram recebidos pelo ministro Onyx Lorenzoni, e não pelo presidente Jair Bolsonaro. Durante este processo, os nomes dos integrantes do governo foram definidos e também o arcabouço administrativo da nova gestão. Integrantes da equipe de transição relatam a tentativa dos políticos tradicionais em ocupar partes do governo. “Eram recebidos e despachados da antessala do presidente pelo Lorenzoni”, segundo relatos.

* José Maria Trindade é repórter e comentarista de política da Jovem Pan.