Bruno Prado compara São Paulo de 2020 com Santos de 2002; entenda

Confira qual é a relação do atual time do Tricolor paulista com o Peixe campeão brasileiro com Robinho e Diego

  • 20/11/2020 15h42 - Atualizado em 20/11/2020 15h52
Montagem sobre fotos/Reproducáo/Jovem Pan

Brenner, Igor Gomes, Gabriel Sara, Luan, Diego Costa… O São Paulo está vivendo um excelente momento na temporada tendo como base um time recheado de garotos formados na categoria de base. Terceira colocada no Campeonato Brasileiro e semifinalista da Copa do Brasil, a atual equipe do Tricolor tem como sonho acabar com o jejum de oito anos sem título no clube do Morumbi. No entendimento do comentarista Bruno Prado, o grupo liderado por Fernando Diniz pode ser comparado com o do Santos de 2002, que ganhou o Brasileirão tendo Robinho e Diego como protagonistas.

“Esse São Paulo pode ser líder do Campeonato Brasileiro com três jogos a menos. É a primeira vez na última década sem títulos que o São Paulo dá um ano para o elenco e o treinador trabalharem. O que o clube faz, normalmente, é trocar o técnico e o time toda hora e durante o campeonato. É absurdo! E pra mim essa novidade foi o acaso. No ano passado, a diretoria contratou muito, talvez sendo a última tentativa da gestão Leco de ganhar um título. Pablo, Juanfran, Daniel Alves, Hernanes… Foram, no mínimo, seis contratações caras. E o próprio balanço do clube mostra que acabou o dinheiro. E dá a impressão que o presidente Leco só não tirou o Diniz porque estava no fim do mandato”, introduziu o comentarista no programa Esporte em Discussão, do Grupo Jovem Pan, nesta sexta-feira, 20.

“Esse São Paulo me lembra muito o Santos de 2002, e não vou doer que vai ganhar igual aquele time. Aquele Santos também apostou na molecada porque não tinha dinheiro. O Marcelo Teixeira assumiu o time em 2000 e, até aquele ano, já havia contratado Rincón, Germano, Marcelinho Carioca, Viola… Fez mais ou menos o que o São Paulo está fazendo. Contratando vários jogadores de nome, caros e com o time na fila… Quando ficou sem dinheiro, apostou nos meninos e eles ganharam. Não estou dizendo que o São Paulo vai ser campeão porque aquele time do Santos foi, mas o processo é mais ou menos o mesmo e ao acaso”, completou Bruno Prado.

Mesmo com três jogos a menos que a maioria dos rivais, o São Paulo está na terceira posição do Campeonato Brasileiro, com dois pontos a menos que o líder Atlético-MG. Na Copa do Brasil, o time paulista irá enfrentar o Grêmio, em duelos que acontecerão nos dias 23 e 30 de dezembro. Agora, o Tricolor volta a campo no próximo domingo, 22, quando recebe o Vasco, em partida válida pela 22ª rodada do Nacional.

Assista ao debate abaixo