Flavio Prado e Vampeta batem boca ao comparar Ronaldo com Messi e CR7

O clima esquentou no programa Esporte em Discussão com a polêmica sobre quem é melhor; assista

  • Por Jovem Pan
  • 27/11/2020 14h27 - Atualizado em 27/11/2020 15h14
Montagem sobre fotos/Reprodução/Jovem Pan/Instagramm/ronaldoFlavio Prado e Vampeta discutiram sobre quem é maior entre Ronaldo e Messi

A Fifa anunciou na última quarta-feira, 25, a lista com os onze concorrentes ao prêmio The Best 2020, que será entregue ao melhor jogador do mundo da última temporada europeia. Entrando no clima da premiação, os comentaristas do programa Esporte Em Discussão, do Grupo Jovem, entraram em um forte debate sobre o nível de Lionel Messi e Cristiano Ronaldo, os dois atletas que mais levaram esta taça para casa, com outros brasileiros, como Ronaldo Fenômeno. O resultado? Um verdadeiro bate boca entre Flavio Prado e Vampeta.

Para Flavio, não existe comparação entre o argentino do Barcelona, que ganhou seis vezes o prêmio da Fifa, e o português da Juventus, vencedor em outras cinco ocasiões, com Ronaldo Nazário, que levou o troféu em três oportunidades. “Se o Ronaldo Fenômeno estivesse disputando como Lionel Messi e Cristiano Ronaldo, ele ganharia? E o Ronaldinho? O Kaká só ganhou porque eles eram dois menininhos. O Neymar não tem chance hoje. O Rivaldo teria alguma chance? Messi e Cristiano têm mais de dez anos em um nível altíssimo. A gente compara o Messi com Pelé e Maradona… Não dá para comparar com mortais. Alguns jogadores espetaculares não ganharam o prêmio de melhor do mundo. Xavi e Iniesta, por exemplo, mereciam, mas não conseguiram. O Ronaldo jogou para cacete? Claro, não sou idiota. Mas não dá para comparar com a dupla de hoje, que é muito acima da média. Vampeta, não dá para comparar o Fenômeno com CR7 e Messi. No auge, os dois são melhores. Não tem jogador brasileiro que jogou uma década nesse nível”, disparou Flavio.

Vampeta, no entanto, discordou veementemente e defendeu o seu companheiro no pentacampeonato da seleção brasileira, em 2002, na Copa do Mundo realizada na Coreia do Sul e no Japão. “Precisa comparar o Ronaldo com a idade que Messi e Cristiano têm hoje. Se for comparar, o brasileiro atropelava. Se Ronaldo e Romário jogassem hoje, Messi e Cristiano Ronaldo não teriam ganhando cinco ou seis vezes hoje, não. Eles estão brilhando há mais de dez anos porque não têm concorrência. Ronaldo tinha que brigar com Romário, Ronaldinho, Zidane, Figo. Já Messi e Cristiano Ronaldo disputaram só com baba!”, retrucou.

Assista ao debate abaixo: