Vai dar Corinthians ou Palmeiras? Vampeta faz ‘previsão’ para a final do Paulista

O Velho Vamp não ficou em cima do muro no Esporte em Discussão desta segunda-feira, 03, no Grupo Jovem Pan

  • Por Jovem Pan
  • 03/08/2020 14h57 - Atualizado em 03/08/2020 15h20
ReproduçãoO pentacampeão mundial Vampeta é um dos comentaristas esportivos da Rádio Jovem Pan

Dois anos depois de protagonizarem uma das finais mais polêmicas da história do Campeonato Paulista, Corinthians e Palmeiras voltarão a se enfrentar pela grande decisão do Estadual. O Timão “ressurgiu das cinzas” e, quando ninguém acreditava, chegou à fase que pode lhe render o quarto título paulista seguido de maneira surpreendente. O Verdão, por sua vez, confirmou o favoritismo e, mesmo sem encantar, eliminou Santo André e Ponte Preta para angariar um lugar na briga pela taça que não ergue desde 2008. Mas, afinal, quem vai se sagrar campeão? Em participação no Esporte em Discussão desta segunda-feira, 03, no Grupo Jovem Pan, Vampeta não ficou em cima do muro.

“Do jeito que o Corinthians voltou da parada, sem tomar gol nenhum… Eu estou achando que vão ser aqueles jogos que o Corinthians vai segurar, segurar, fazer 1 a 0 com um pênaltizinho em Itaquera e vai levar a segunda partida para o empate no estádio do Palmeiras. Essa é a minha opinião”, cravou, antes de explicar os motivos que o levaram fazer tal aposta. “Pelo fato de o Corinthians ter se classificado à final quando ninguém acreditava e pelo Palmeiras chegar mais pressionado por ter um elenco melhor e por ter perdido o dérbi na primeira fase”, afirmou.

Vampeta também analisou especificamente o triunfo corintiano sobre o Mirassol. Com polêmica de arbitragem, o Timão contou com gol de Ederson no segundo tempo para vencer por 1 a 0 e alcançar a final. Segundo o Velho Vamp, o principal mérito da equipe alvinegra após a parada da pandemia foi ter “voltado às origens”. “Mais uma vitória com cara de Corinthians. Não fez um grande jogo, mas está na final. Eu sou resultado! O Corinthians poderia ter chutado dez vezes no gol, mas perdido por 1 a 0 e ficado de fora da final. É muito melhor consertar a forma de jogar ganhando do que perdendo”, avisou.

“O Tiago Nunes, quando chegou ao Corinthians em janeiro, queria, em 20 dias, fazer uma revolução no time. Mandou Ralf e Jadson embora, mudou o estilo de jogo e, aí, o Corinthians foi eliminado da Libertadores. ‘Ah… Perdemos do Guarani-PAR, mas criamos mil chances de gol!’ E daí? Eliminado! Foi fazer isso nas primeiras rodadas do Paulistão e perdeu para Mirassol, Inter de Limeira, Água Santa… Mas veio a pausa da pandemia e, agora, já são três vitórias seguidas. Jogando com cara de Corinthians. Ele, nessa parada, teve a humildade de saber que o Corinthians é um gigante e que não se muda a forma de jogar da noite para o dia. Porque a história, daqui a dez, 15 anos, conta quem foi campeão, mas não conta como foi o jogo”, finalizou.

Confira, abaixo, o comentário completo de Vampeta: