Vampeta explica como Hugo Souza aprenderá com falha em Fla x SPFC

Confira o que o ex-jogador e comentarista do Grupo Jovem Pan falou sobre o erro do jovem goleiro do Rubro-Negro

  • Por Jovem Pan
  • 12/11/2020 15h14
Montagem sobre fotos/Reprodução/Jovem Pan/ ALEXANDRE DURÃO/CÓDIGO19/ESTADÃO CONTEÚDOVampeta explicou como Hugo Souza dará a volta por cima

A falha de Hugo Souza foi determinante para o Flamengo ser derrotado pelo São Paulo na última quarta-feira, 11, no Maracanã, na partida de ida válida pelas quartas de final da Copa do Brasil. O goleiro do Rubro-Negro tentou driblar Brenner, mas acabou sendo desarmado pelo atacante são-paulino e viu seu time perder por 2 a 1. Ao longo do programa Esporte em Discussão, do Grupo Jovem Pan, o ex-jogador Vampeta lembrou de uma história da época em que estava dando os primeiros passos no futebol e contou como o arqueiro pode dar a volta por cima após o erro.

“Quando eu tinha apenas 17 anos e jogava no Vitória, o time foi fazer um amistoso contra o Fluminense de Feira de Santana, fora de casa. O meu treinador colocou eu, Paulo Isidoro e Alex Alves no meio-campo para jogar contra um time que tinha o Estevan Soares, já com 41 anos. Nós fizemos 3 a 0 com tranquilidade e o jogo estava na nossa mão. Aí, o Fluminense tinha um centroavante que se chamava Renílson ‘Cara de Gato’, um negro forte. Eu tentei dar um rolinho nesse cara na frente da área, mas ele tomou a bola, soltou um foguete e marcou no Dida. Na hora, o João Francisco (técnico) me chamou e me tirou da partida”, recordou o Velho Vamp.

“Ali, eu aprendi o que é responsabilidade. Era amistoso? Era, mas ali já foi um ensinamento para mim. No dia a dia, o treinador conversou comigo e falou que eu tinha que encarar o jogo como uma decisão de campeonato. Ele me disse que eu não podia ter essa irresponsabilidade. Ele me disse que eu não podia fazer aquilo na cabeça da área. Ao mesmo tempo, ele falou assim: ‘pelo menos você teve personalidade’. É tudo conversado. As oportunidades não surgem do nada. Teve muita conversa”, concluiu o comentarista da Jovem Pan, indicando que Hugo Souza precisa receber conselhos, e não ser “apedrejado”.

O Flamengo volta a encarar o São Paulo na próxima quarta-feira, 18, no Morumbi. Para avançar à semifinal, o time treinado por Rogério Ceni precisa vencer por dois gols de diferença ou mais. Um triunfo da equipe rubro-negra pelo placar mínimo leva a decisão para as penalidades. Em caso de qualquer outro resultado, a classificação será são-paulina.

Assista ao comentário abaixo: