Abastecimento de água da Cedae deve ser normalizado nesta semana no Rio

Perspectiva é que as máquinas estejam funcionando normalmente, no máximo, na quarta-feira, 23

  • Por Jovem Pan
  • 21/12/2020 07h45
SAULO ANGELO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOTambém nesta semana será publicado o edital de concessão da Cedae à iniciativa privada

A semana vai ser decisiva para a resolução de um problema que atinge mais de um milhão de pessoas a mais de um mês no Rio de Janeiro: a retomada a normalização da elevatória do Lameirão, que pertence a Cedae, e fica na Zona Oeste. Na última sexta-feira, 18, o motor que vai proporcionar essa normalização chegou na estação e os trabalhos são intensos. A perspectiva da Cedae é que as maquinas estejam funcionando normalmente no máximo na quarta-feira, 23, normalizando o fornecimento de água para mais de um milhão de moradores da capital e baixada. O problema no elevatório começou a ser monitorado em 2018 — mas providências só começaram a ser tomadas em 2020.

Após a quebra do motor, durante a pandemia, o Estado e a Cedae encontraram muitas dificuldades para conseguir o equipamento necessário para a reposição. A Defensoria Pública e o Ministério Público acompanham de perto da solução do problema que virá às vésperas do Natal. Inclusive, tinham movido uma ação na justiça pedindo o bloqueio de R$ 100 milhões da empresa para ressarcir os moradores impactados pelo problema. A própria Cedae garante que vai dar desconto na conta dos consumidores. Também nesta semana será publicado o edital de concessão da Cedae à iniciativa privada. A perspectiva é que o certame aconteça no começo de abril de 2021.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga