Agentes de segurança da Via Mobilidade passam a ter câmeras nos uniformes a partir desta quarta

Objetivo é garantir mais transparência e segurança para passageiros e funcionários em eventuais abordagens

  • Por Jovem Pan
  • 22/06/2022 08h21 - Atualizado em 22/06/2022 11h28
Divulgação/Secretaria Estadual de Transportes Trem chega à estação da Linha 9-Esmeralda Linha 9-Esmeralda da CPTM faz o trajeto entre as estações Grajaú e Osasco

A partir desta quarta-feira, 22, os agentes de segurança das linhas 8-diamante e 9-esmeralda dos trens da Via Mobilidade, em São Paulo, passam a portar câmeras de segurança acopladas ao corpo. O objetivo da Via Mobilidade é provocar mais transparência e segurança, tanto para os agentes quanto para os passageiros, evitando polêmicas dentro dos transportes. Serão mais ou menos duas câmeras implementadas por estação. O equipamento, chamado de “body cam”, pode ficar em modo “stand-by” durante o trabalho do agente e, quando ele for realizar alguma ação específica de abordagem, ele pode ligar a câmera, que funciona para captação de áudio e de vídeo. Os agentes terão suporte de alguns terminais nos quais possam descarregar os registros coletados. Na linha 4-amarela e 5-lilás do metrô de São Paulo, as câmeras acopladas aos uniformes dos agentes de segurança já são utilizadas desde o início de 2022. A mesma iniciativa é repetida entre agentes da Polícia Militar do Estado desde junho de 2021. Atualmente, há oito mil câmeras nos uniformes da PMSP e a expectativa do governo estadual é chegar a 10 mil até agosto.

*Com informações da repórter Beatriz Manfredini