Após acusações de assédio, Plácido Domingo abandona ópera em NY

  • Por Jovem Pan
  • 25/09/2019 08h30
EFEEle deixou a produção da ópera Macbeth, mas sua agenda na Europa continua normalmente

Após as acusações de assédio sexual, o tenor e regente Plácido Domingo deixou a produção da ópera Macbeth às vésperas da estreia. Em nota publicada no The New York Times, ele disse que, apesar de confrontar fortemente as acusações, acredita que a aparição na ópera desviaria o trabalho dos colegas no palco e nos bastidores.

Plácido Domingo relembrou que iniciou no palco norte-americano aos 27 anos e disse se sentir feliz de, aos 78 anos, ter tido a oportunidade de vestir o figurino do personagem Macbeth.

A Metropolitan Opera também emitiu um comunicado confirmando a saída do tenor, dizendo que ele ” concordou em se retirar de todas as apresentações futuras”. A estreia da ópera estava marcada para acontecer nesta quarta-feira (25).

Recentemente, o regente foi acusado de assédio sexual por ao menos de dez mulheres. As declarações ganharam força com o movimento Me Too, canal usado para que as vítimas de abusos no passado pudessem contar suas histórias. Segundo as informações, os crimes teriam começado na década de 80 e as principais vítimas eram musicistas, bailarinas e cantoras que atuavam com ele.

Em agosto, outras instituições culturais americanas, como a Ópera de San Francisco e a Orquestra da Filadélfia, cancelaram as apresentações de Domingo, alegando que prezam por um ambiente de trabalho seguro. A agenda do tenor na Europa, no entanto, segue sem cancelamentos.

*Com informações do repórter Camila Yunes